top of page
  • Erik Seifer (Pelicano)

Os Bastidores

O nosso irmão e colaborador, Erik Seifer (Pelicano), nos conta um pouco sobre a experiência dele por trás da compilação Chill Brazilian Storm, da Tangerina Music. Confira:



Do rascunho às plataformas digitais


“A proposta do projeto sempre foi fortalecer a ideia da coletividade, descentralizando os holofotes da figura do selo musical, e distribuir esse foco por entre os participantes.” Pelicano

Chill Brazilian Storm é o nome dado à primeira compilação de Lo-Fi brazuca, que conta com 14 faixas em baixa fidelidade. Idealizado pelo selo Tangerina Music ainda em 2020, e que tomou vida em Abril deste ano. A compilação já coleciona centenas de milhares de reproduções no Spotify, Apple Music e Youtube.


Chill Brazilian Storm


A proposta do projeto sempre foi fortalecer a ideia da coletividade, descentralizando os holofotes da figura do selo musical, e distribuir esse foco por entre os participantes. Esse processo se dá de diversas formas, desde incluí-los nas tomadas de decisão da elaboração do álbum, até a linguagem verbal e multimídia utilizada quando ele é apresentado ao público, de forma a valorizar os verdadeiros protagonistas da compilação: os artistas.


A começar pelo nome do lançamento, uma releitura do fenômeno do surf brasileiro, ideia que surgiu em conjunto com o produtor Yuri Bastos (Linearwave): a Chill Brazilian Storm busca, com uma pequena parcela, representar os inúmeros produtores e produtoras que tem tomado as lojas de streaming com suas canções instrumentais tranquilas, nostálgicas e repletas de originalidade.


"O lo-fi e as sensações trazidas por ele podem variar imensamente; no caso desse álbum, o foco foi dado para canções que traziam positividade e bem-estar..." Pelicano

No processo de curadoria musical, os artistas foram convidados a darem uma mostra de seus universos musicais e, dentro da estética própria com que cada um se apresenta pro mundo, apresentar um trabalho único em sua essência. O lo-fi e as sensações trazidas por ele podem variar imensamente; no caso desse álbum, o foco foi dado para canções que traziam positividade e bem-estar, ao mesmo tempo em que não se abrisse mão da intensidade em seus beats, traço marcante do hip hop instrumental.


Assim, foi composto um trabalho que pode acompanhar o ouvinte tanto no trabalho, no cochilo da tarde, ou na pracinha com os amigos. Dentre os elementos estéticos procurados, pode-se citar o uso de, mas não somente: instrumentos e estilos musicais tipicamente brasileiros, baterias dinâmicas, melodias simples e marcantes, podendo também trazer ambientações e efeitos sonoros para imersão do ouvinte.


A BR Storm é, acima de tudo, uma celebração do momento musical que gêneros como o chillhop e o lo-fi hip hop vivem no nosso país. Daqui um tempo, será possível olhar para trás e observar as vigas que sustentaram a edificação de um coletivo, e não restam duvidas que a compilação será um dos alicerces do que foi e está sendo a tempestade brasileira dentro do lo-fi mundial.


Escute agora:



2 Kommentare


leoduarteoficial
12. Juni 2021

Sério... esse texto está muito rico. Atenciosamente,

Leo.drummer - https://open.spotify.com/artist/7gwqxYpgDJabcweudcwoUd

Gefällt mir

carlucassl4
26. Mai 2021

Chill Brazilian Storm é um marco na historia da música brasileira!❤❤

Gefällt mir
bottom of page